Menu

Artigos e Notícias

Outubro Rosa 2018

O Grupo Diagnose se dedica há 45 anos na prevenção do câncer, mas no mês de Outubro as atenções são voltadas ao combate do Câncer de Mama.

O câncer de mama é o câncer que mais acomete as mulheres de todo o mundo. Se detectado precocemente, o tratamento é menos agressivo e com elevadas taxas de cura.

Detectando precocemente:

  • Consulte o seu médico ginecologista periodicamente.
  • Não deixe de fazer sua mamografia e/ou ecografia.
  • O autoexame não substitui o exame físico realizado por profissional da saúde qualificado. 

Examine seus seios:

  • No 5º dia após o início da sua menstruação.
  • No 1º dia do mês, se você não menstruar ou tiver menstruação irregular. 

       

Qual a importância do patologista no diagnóstico de câncer de mama?

A atuação do patologista complementa as ações do mastologista e do radiologista. Realiza sua atuação pelos múltiplos exames de citologia e anatomia-patológica (biópsias).

  1. A citologia diferencia as lesões benignas das lesões malignas, bem como realiza o diagnóstico diferencial de cada uma. É um exame simples, realizado em consultório, de baixo custo e de pouco desconforto para a paciente.
  2. A biópsia por punção permite diagnóstico histológico da lesão mamária a ser estudada, realizando diagnóstico diferencial mais acurado. O material serve também para a realização de imunohistoquímica, permitindo, mesmo antes da cirurgia, o início de tratamento específico.
  3. A biópsia com ressecção completa da lesão permite a realização de todos os estudos descritos na biópsia de punção, acrescentando-se a exata dimensão da lesão, lesões associadas e avaliação dos limites cirúrgicos, para ver da necessidade ou não de ampliação das margens cirúrgicas da lesão.
  4. O exame transoperatório, também chamado congelação, é uma arma muito importante para a conduta do cirurgião durante o ato cirúrgico, já que confirma o diagnóstico da lesão e completa os dados morfológicos, tais como:
    • Diagnóstico;
    • Dimensões;
    • Limites livres (ou não) de lesão tumoral;
    • Lesões associadas. 

Com esses dados o cirurgião poderá completar com segurança o ato cirúrgico.

  1. Linfonodo Sentinela axilar. Durante o exame transoperatório (congelação), caso indicado, se fará estudo do Linfonodo Sentinela. Quando o Linfonodo Sentinela for positivo para metástase, a retirada dos linfonodos deverá ser realizada. Quando o Linfonodo Sentinela for negativo para metástase, não haverá necessidade da retirada dos demais linfonodos axilares. Essa conduta permite uma melhor recuperação pós-cirúrgica e um prognóstico favorável para a paciente. Em alguns casos micrometástases não são detectadas durante o exame transoperatório. Por esse motivo o material é encaminhado, com inclusão total, para estudo definitivo com inclusão em parafina. Além de um estudo detalhado para se afastar completamente a possibilidade de metástases, com este material pode-se realizar também estudo de imunohistoquímica, técnica que permite a identificação de células tumorais isoladas e que não são observadas em estudos de rotina.
  2. A imunohistoquímica é um exame que fornece o possível comportamento biológico e o prognóstico do tumor da mama. A positividade para receptores estrogênicos e progesterônicos, permite ao mastologista a indicação de terapia hormonal para controle do câncer de mama. A positividade para outros anticorpos nas células tumorais permitirá, no futuro, terapêuticas diferenciadas para cada tipo de câncer de mama, o que certamente nos dará um maior controle sobre esta doença.
  3. A Biologia Molecular vem sendo aplicada na identificação e análise de mutações do DNA ligadas à incidência de câncer – Oncogenética. Nesse caso é analisada a assinatura genética de tumores, buscando evidências que indiquem a predisposição para o desenvolvimento de tumores. Além disso, a avaliação oncogenética feita pelo patologista possibilita auxiliar na escolha do melhor tratamento, individualizando a conduta terapêutica.

Consulte seu médico, realize os exames de rotina, esclareça suas dúvidas e aproveite para perguntar sobre como prevenir-se.

O Grupo Diagnose apoia o projeto Infomama, que nasceu com o objetivo de fornecer informações abrangentes sobre o câncer de mama, de maneira confiável e compreensível. Quer saber mais acesse: https://www.infomama.com.br/

 

Compartilhe:

Você pode entrar em contato conosco através do formulário abaixo, para tirar dúvidas ou solicitar mais informações a respeito do tema abordado nesse artigo.

Outras Notícias

Todas as Notícias