Menu

Notícias

Saiba mais sobre Câncer Colorretal

 

O câncer colorretal abrange tumores malignos do intestino grosso (cólon e reto). No Brasil, existem cerca de 150 mil novos casos ao ano. Desses casos, 65% são curáveis, dependendo principalmente do estadiamento da doença ao diagnóstico. É um tipo de câncer mais comum em homens do que em mulheres.


A maioria deles surgem em pólipos: lesões inicialmente benignas que podem crescer na parede interna do intestino grosso.
A maior parte dos tumores do cólon e do reto deve-se à idade avançada e a fatores de risco relacionados com o estilo de vida. Entre os fatores de risco estão uma dieta inadequada, obesidade, tabagismo, sedentarismo, consumo de: carne vermelha, alimentos processados e bebidas alcoólicas. Outro fator de risco é a presença de doenças inflamatórias intestinais, como Doença de Crohn e colite ulcerativa.


Alguns dos distúrbios genéticos hereditários que podem causar cancro colorretal incluem polipose adenomatosa e câncer colorretal sem polipose. No entanto, estes correspondem a apenas 5% dos casos.


Os sinais e sintomas são muitos amplos e inespecíficos. Pode haver anemia de origem indeterminada, mudança no hábito intestinal (diarreia ou prisão de ventre), desconforto abdominal com gases ou cólicas, sangramento nas fezes, sangramento anal, sensação de que o intestino não se esvaziou totalmente após a evacuação, perda de peso sem razão aparente, cansaço, fezes pastosas, náuseas, vômitos e sensação dolorida na região anal com esforço ineficaz para evacuar.

Pessoas com os sintomas descritos acima e/ou com mais de 50 anos com suspeita de perda de peso crônica devem fazer o exame de colonoscopia. Durante a colonoscopia, se detectados pólipos, estes serão retirados para a análise histopatológica.

Se for diagnosticado o câncer, a escolha do tratamento ideal deve ser realizada juntamente com o médico. Esse tratamento pode incluir ressecção local, ressecção do segmento intestinal e demais órgãos afetados, assim como quimioterapia e/ou radioterapia. 

Texto escrito pela médica patologista do Grupo Diagnose, Dra. Suzana Lamonatto - CRM 35846.

No mês de março as atenções estão voltadas à prevenção docâncer colorretal e câncer de rim. Clique aqui e confira a matéria sobre Câncer de Rim.

Atenção: A informação existente neste conteúdo pretende apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com um médico da sua confiança.

Compartilhe:

Você pode entrar em contato conosco através do formulário abaixo, para tirar dúvidas ou solicitar mais informações a respeito do tema abordado nesse artigo.

Outras Notícias

Todas as Notícias